24 de janeiro de 2017

O brilho do seu olhar


Era uma bela manhã e todos se arrumaram para ir ao trabalho. Todo mundo sempre acorda com pressa e sem muito tempo para uma boa conversa nas primeiras horas do dia. Ainda bem que na volta para casa, sempre tem os diálogos sobre os fatos mais marcantes.

Todo mundo reunido e minha mãe falou uma notícia que eu não queria acreditar. Eu teria como verificar com meus próprios olhos, mas preferi apenas imaginar a cena e não ver nada. Não gosto de presenciar o que me traz tristeza.

Quando soube do fato, um sentimento estranho tomou conta de mim. Isso não deveria acontecer, afinal não havia nenhuma amizade entre nós. Só apenas olhares assustados de ambas as partes e um pouco de medo. Nunca existiu um toque ou uma palavra, mas sempre lhe desejei uma vida feliz. 

O meu coração estava triste. Você já não estava mais presente e eu nunca mais iria ver os seus olhos brilhantes e amarelos, eu não iria me assustar com o seu vulto e a sua presença na minha casa. Só pensei no quanto deve ter sido dolorosa a sua partida. 

Só vou ficar com as lembranças, uma foto e um vídeo no celular. Também me lembrarei das vezes que apareceu aqui só para brigar com o Mário Eduardo. Vocês dois sempre me acordavam quando eu resolvia dormir mais cedo. 

Não sei o que aconteceu com você. Talvez era sua última vida. Só sei que não vou mais te ver depois que um carro te atropelou e você partiu. Você era um gato bonito que passou e deixou em minha memória, o brilho do seu olhar. 


(Minha mãe viu o gato que aparecia em minha casa, morto na rua e eu fiquei triste por que ele não virá mais me assustar ou olhar para mim durante a madrugada. E foi esse fato triste que me inspirou a escrever o texto de hoje).



Por hoje é só pessoal...
Beijinhos e até mais...

24 comentários:

  1. Oi Adri
    que triste tadinho do gatinho
    bjs

    MarilisDutra
    |http://marilisdasilvadutra.blogspot.com.br/|

    ResponderExcluir
  2. Lamento muito... Um beijinho grande e apertado! Força!

    ResponderExcluir
  3. Poxa que triste....
    Não tem como não se emocionar...
    Bjus
    Taty
    Na Casa dos Abrantes
    Canal

    ResponderExcluir
  4. Lindo texto,
    é engraçado como muitas vezes esses animais que nem são nossos mas que acabam entrando nas nossas vidas faz um pouco de falta quando morre :/

    Te espero no meu blog!
    Beijos ^_^
    Blog: Desvendando Segredos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É incrível que mesmo não sendo meu gato, eu já gostava dele. Bjus!

      Excluir
  5. tadinho do gatinho :(
    bjoka http://diadebrilho.com

    ResponderExcluir
  6. Segurei as lágrimas aqui. Já passei exatamente por isso (mas com cachorro) e fiquei numa deprê horrível por muito tempo, é muito triste. Muita força pra você!!

    Beijos
    Mari Dahrug
    http://www.rabiskos.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Puxa que triste, fiquei mal agora. Gostei do texto de despedida.

    Beijos
    https://pimentasdeacucar.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Adri, sinto muito! Aqui em casa sempre aparecem alguns gatinhos que ficam um tempo e logo depois somem! Fico triste pensando no que pode ter acontecido! :(
    Mas ele foi prum lugar melhor!

    Beijão, mariasabetudo

    ResponderExcluir
  9. The natural healer comprises of Punarnava which is a highly effective natural supplement. It boosts up the energy levels in males for greater bed performance. http://musclegainfast.com/jack-hammer-xl/

    ResponderExcluir

Olá!! Muito obrigada pela sua visita...
Fique a vontade para fazer seus comentários e dar sugestões. Mas por favor, não utilize palavrões, ou qualquer tipo de preconceito e discriminação. Lembre-se trate as pessoas como você gostaria de ser tratado, com educação e respeito.
Deixe o link do seu blog ou outra forma de contato e assim que der, estarei lhe retribuindo, com minha visita.

Beijos e volte sempre !!!