15 de março de 2019

Nail art: muitas bolinhas


Essa semana eu resolvi fazer uma nail art mais discreta e simples. Deixei um pouco de lado o glitter, mas fui em busca dos cristais. Ainda não me decidi se gosto mais de glitter ou dos cristais. É uma dúvida cruel que tenho dentro de mim. 

Depois de escolher os cristais e as bolinhas, apliquei base e esmalte sobre as unhas. Mas aconteceu um problema: apareceu bolhas de ar no esmalte. Eu acredito que isso aconteceu porque estava um calor da peste aqui em Bauru. As temperaturas continuam nas alturas, mesmo com a chegada do outono tão perto. 

Eu retirei o esmalte várias vezes, coloquei as mãos em águas geladas e nada adiantou. E os meus esmaltes sempre são guardados em local fresco, ou pelo menos tento guardar num local mais refrescante na minha casa e que não seja dentro da geladeira. 

O esmalte que formou as bolhas de ar é o macaron da Vult. 



Depois foi a vez de colocar alguns cristais na cor rosa da Impala. 



Para não deixar os cristais tão solitários, acrescentei algumas bolinhas. Cada cristal recebeu 3 bolinhas ao redor. 




Por hoje é só pessoal...
Beijinhos e até mais...

13 de março de 2019

Produtos testados e acabados #6


Toda vez que um produto termina por aqui, surge uma felicidade em mim. Pode até parecer algo bobo, mas o motivo é que antigamente eu costumava jogar muitos produtos. Eles não terminavam e eu simplesmente não queria mais usar por desejar experimentar algo novo. 

Essa fase acabou e agora uso tudo até o final. É uma experiência que me faz refletir sobre o consumo mais consciente e sobre o que realmente devo comprar. Já comprei muitos produtos só por gostar da embalagem. 

As vezes, eu esqueço de guardar as embalagens porque quero descartar tudo o mais rápido possível. Mas, é hora de conferir o que usei e acabou por aqui.

Mesmo com uma experiência não muito boa com o Yamasterol, acabei comprando de novo e ele acabou mais uma vez. Gosto de usar o Yamasterol quando preciso andar pelo sol. É um produto que deixa o meu cabelo sem brilho, sem vida e pesado. 

Estou usando o Yamasterol de outra maneira. Passo ele no cabelo, vou fazer meus passeios pelo sol e quando volto, retiro tudo. Está dando um resultado bem melhor.



Aproveitei a black friday para comprar muitos sabonetes porque estavam com um preço muito bom. Eu nunca havia usado o sabonete Lux Botanicals e até me surpreendi com ele.

É um sabonete que tem uma fragrância muito agradável. Nos primeiros dia de uso, eu espirrava muito por causa da fragrância dele. Depois não senti mais nada. Eu me acostumei com o cheiro ou minha alergia me deixou em paz.



O creme de pentear da Monange é um daqueles produtos que dá certo para todo mundo, menos para mim. Eu demorei bastante para usar, mas nos últimos meses, usei bastante para nunca mais olhar para ele. 

É bem complicado eu encontrar um creme de pentear que dê certo para o meu cabelo e esse da Monange nunca deu certo. Só usei porque sou persistente.



Aproveitei os dias quentes do verão para fazer o cronograma capilar. Como é uma rotina que se usa bastante produto, a máscara morte súbita da Lola terminou e eu nem percebi.

Essa máscara não deu o resultado que eu queria no meu cabelo, mas eu gosto muito da fragrância dela. Só não vou comprar novamente porque é caro e não fez nada de bom para o meu cabelo.



O shampoo da Hello Kitty é um produto para crianças, mas deu muito certo para o meu cabelo. Ainda estou usando o condicionador porque acontece alguma mágica e o shampoo sempre termina primeiro.



E esses foram alguns produtos que usei, testei e acabaram. Em breve terá um outro post com outros produtos porque eles resolveram acabar todos de uma só vez. 



Por hoje é só pessoal...
Beijinhos e até mais...

11 de março de 2019

Lhamas na decoração


Depois da invasão dos unicórnios e flamingos, chegou a vez de um outro personagem ser visto em todos os lugares. Os bichos queridos do momento são as lhamas, mamíferos ruminantes que são símbolos da Cordilheira dos Andes. 

Esses mamíferos podem chegar a 200 quilos e conseguem transportar até 100 quilos por 20 quilômetros. Elas foram domesticadas pelos incas e tiveram muita importância para eles, pelo seu papel fundamental no transporte de cargas.

A lã das lhamas são perfeitas para a confecção de roupas de inverno. Eu tenho um chapéu feito com a lã de lhama que ganhei de uma amiga peruana. Ele é o item mais quente que tenho no meu guarda-roupa e me aquece muito no inverno. Então, se você for visitar o Peru, recomendo comprar um casaco feito com a lã de lhama. 

As lhamas tem um jeito desengonçado, um charme que conquista ao primeiro olhar e por alguma razão inexplicável, esse animal fofo da América do Sul, caiu na graça de muitas marcas famosas. Sendo assim, é possível encontrar uma lhama em vários objetos e itens que podem fazer parte da decoração da casa. 

Com tantos objetos decorados com lhamas, elas podem aparecer em todos os ambientes da casa. A lhama pode trazer um pouco de cor e diversão, principalmente se a cor principal da sua decoração for mais discreta. 



Se você não gosta de ter muitos objetos em casa, a solução é investir nas estampas. As estampas de lhamas podem estar presentes em lençóis, toalhas, papel de parede e estofados de cadeiras. 



Para quem quiser investir num objeto com mais personalidade e criatividade, as lhamas estão por todos os lados para atender aos seus desejos. Vasos e organizadores são sempre bem-vindos, então, aproveite a tendência e deixe que a lhama deixe o seu cantinho mais divertido.  



As lhamas ficam perfeitas no universo infantil e as crianças se apaixonam fácil por elas. O quarto das crianças ganha um toque a mais de fofura com as lhamas.

Se você gosta de se aventurar pelo mundo do diy, é possível criar vários itens inspirados nas lhamas. Vale a pena pensar em itens mais simples como almofadas, tapetes e quadros, tudo feito por você.



Com essa cara meiga é impossível não se encantar pelas lhamas. 



Por hoje é só pessoal...
Beijinhos e até mais...