16 de setembro de 2019

Como usar puff no quarto


Alguns objetos me lembram a minha infância e um deles é o puff. Eu tinha um puff redondo que ficava na sala e eu sempre brincava com ele. Eu me apoiava sobre ele e com um impulso fazia com que o puff se movimentasse pela sala. A infância e o puff ficaram no passado, mas o meu amor por esse item de decoração ainda existe.

O puff é um item barato e versátil que pode ser a peça ideal para complementar a decoração do seu quarto. Como existem milhares de opções disponíveis os preços podem variar bastante, mas já vi puff sendo vendido por apenas R$ 20,00. Tendo os devidos cuidados é um item que pode durar por muitos anos e ter um ótimo custo benefício.

O tamanho do quarto é uma questão a ser observada em relação aos itens que serão colocados nele. Só que em relação aos puffs, isso pode não ser um problema porque existem modelos de diversos tamanhos, dos pequenos aos maiores e mais espaçosos. É sempre importante deixar uma área livre para circulação, então é necessário verificar onde o puff irá permanecer. 

O puff tem muitas funcionalidades. Ele pode ficar no lugar do criado-mudo, ser utilizado no lugar do recamier, servir como uma mesinha de apoio, substituir cadeira, banquinhos ou poltronas.



Se você tem muitos itens para guardar, a solução pode estar no puff baú. Ele pode ser redondo, quadrado ou retangular e o seu interior é oco. Quando está fechado a tampa funciona como um assento. Dá para guardar muitos objetos pessoais e ainda manter a organização do quarto. 



Se você acredita que um puff é pouco para colocar no quarto, saiba que é possível fazer várias combinações com modelos e cores diferentes. É possível colocar vários puffs no mesmo quarto. 

Os modelos são os mais variados possíveis. Além dos diferentes tamanhos e formatos, os puffs são encontrados em todas as cores, estampas e tecidos. E se você cansar da cor, ainda tem a opção de trocar o revestimento.



O puff é tão democrático que pode ser utilizado em quartos de adultos, crianças, solteiros, casal e adolescentes. Todo mundo pode ter um puff no quarto. O segredo está em escolher o modelo mais adequado para a idade e que tenha harmonia com o restante da decoração do quarto.



Agora me conta, você já pensou em ter um puff no seu quarto? O que acha desse item de decoração? 



Por hoje é só pessoal...
Beijinhos e até mais...

13 de setembro de 2019

Nail art: uma camada de glitter


Eu gosto muito de glitter e desde que comprei o esmalte da Studio 35, não consigo parar de inventar algo com esse esmalte. Só que tudo que eu faço, não está dando certo. São sempre várias tentativas até chegar em algo que fique mais apresentável.

Já tentei criar desenhos, linhas retas e curvas, mas no final acabei utilizando da maneira mais comum mesmo, que é espalhar o glitter sobre o esmalte. O meu objetivo era cobrir as unhas apenas com o glitter, como não gostei do resultado, apliquei o glitter sobre um outro esmalte.

Para dar um pouco de cor escolhi o esmalte cupcake da Dote. Ele é muito bom para colorir o fundo das unhas, deixando tudo mais delicado. É como se ele não estivesse nas unhas, mas ele dá aquela cor especial para as unhas.



Para não deixar as unhas só com um esmalte, escolhi o ninguém tem esse da Studio 35. Apliquei com o próprio pincel e foi preciso arrumar porque o glitter nunca fica no lugar certo. 

O mais importante é que dessa vez não houve pescaria de glitter. 




Por hoje é só pessoal...
Beijinhos e até mais...

11 de setembro de 2019

Resenha: creme Agradal para as mãos


Estou sempre em busca de novos hidratantes para as mãos e gosto de experimentar novas marcas. Dessa vez escolhi o creme Agradal para as mãos e o que me fez comprá-lo foi a minha curiosidade em experimentar um produto da marca.

Eu não conhecia a marca e o creme para as mãos foi o primeiro produto que comprei da Agradal. Experimentar produtos de marcas que não são tão conhecidas pode trazer uma grande surpresa.

O que diz a marca: 
"É a sua proteção diária para manter as mãos sempre hidratadas e macias. Sua fórmula enriquecida com Aloe Vera é suave e de rápida absorção, permitindo sua utilização durante o dia todo."

Indicação:
É indicado para deixar as mãos hidratadas e macias.



Modo de usar:
"Espalhe nas mãos, massageando até completa absorção. Reaplique sempre que necessário ou quando houver contato com produtos químicos como detergente, solventes, etc."

Fragrância:
Ele tem uma fragrância bem suave e agradável.  

Embalagem:
A embalagem é uma bisnaga, o que faz com que o produto saia bem rápido. Ela é bem flexível e fácil de apertar. As cores verde, azul são bem bonitas e combinam com o fundo branco. A tampa é simples para abrir, basta empurrá-la. Ela fecha facilmente também. 



Quantidade:
A bisnaga vem com 100g e o creme rende bastante porque uma pequena quantidade já é suficiente. 

Preço:
O preço pode variar muito de região e loja, mas paguei R$ 9,00. 

Cor:
Ele tem uma cor branca e que fica transparente assim que é espalhado nas mãos. 



Textura:
A textura é grossa e consistente.

Composição:
Aqua, Cetearyl Alcohol, Glyceryl Stearate, Propylene Glycol, Paraffinum Liquidum, Dimethicone, Peg-100 Starate, Parfum, Cetyl Acetate, Stearyl Acetate, Methylparaben, BHT, Triclosan, Oleyl Alcohol, Allantoin, Aloe Barbadensis Extract, Propyparaben, Panthenol, Acetylated Lanolin Alcohol, Butyphenyl Methylpropional, Benzyl Salicylate, Hexyl Cinnamal, Citronellol, Hydroxycitronellal, Alpha-Isomethyl Ionone,  Hydroxyisohexyl 3-Cyclohexene-Carboxaldehyde, Linalool, Geraniol, D-Limonene, Isoeugenol, Tetrasodium EDTA.



Ponto positivo:
1- Embalagem
A embalagem tem um tamanho bom para ser levada na bolsa. Por ser uma bisnaga, o creme sai facilmente.

2- Cumpre o que promete
As mãos ficam bem hidratadas e já dá para sentir as mãos macias assim que o creme é aplicado. 

3- Rápida absorção
A pele absorve o creme muito rápido e as mãos hidratam desde o primeiro dia de uso.

Ponto negativo:
1- Tem componentes ruins na fórmula
Alguns componentes como parafina e parabenos estão presentes na fórmula.



Minha opinião:
É um produto que me surpreendeu. As mãos ficam hidratadas, macias e é ótimo usar o creme Agradal no inverno ou depois do contado com componentes como detergente. As minhas mãos não estavam extremamente ressecadas porque sempre uso hidratantes, mas o creme conseguiu mantê-las hidratadas.

A fórmula poderia ser melhor e se você evita os parabenos e parafina, esse creme não é o ideal para você. 



Compraria novamente?
Sim. Eu gostei do resultado e minhas mãos ficam bem macias e hidratadas. A absorção rápida foi algo que me surpreendeu bastante.

Você já usou o creme Agradal para as mãos? O que achou dele? 



Por hoje é só pessoal...
Beijinhos e até mais...